MISSÕES

Veja os piores países para os cristãos. Cristãos perseguidos, e se fosse você?

MISSÕES MISSÕES

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

Leia gratuitamente os livros do pastor Márcio Valadão. CLIQUE AQUI!

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

PAPÉIS DE PAREDE

Baixe papéis de parede personalizados e deixe seu computador a sua cara. CLIQUE AQUI!

PAPÉIS DE PAREDE PAPÉIS DE PAREDE

FOTOS PROFÉTICAS

Uma galeria com fotos exclusicas, você tem que conferir. CLIQUE AQUI!

FOTOS PROFÉTICAS FOTOS PROFÉTICAS

TV GERAÇÃO PROFÉTICA

Os melhores vídeos você só encontra aqui. CLIQUE AQUI!

TV GERAÇÃO PROFÉTICA TV GERAÇÃO PROFÉTICA

A HISTÓRIA DE ESTER

Acompanhe aqui a minissérie de maior sucesso na tv brasileira. CLIQUE AQUI!

A HISTÓRIA DE ESTER A HISTÓRIA DE ESTER

CAMPANHA DA BANDEIRA

CLIQUE AQUI para saber mais

CAMPANHA DA BANDEIRA CAMPANHA DA BANDEIRA

ESPAÇO INFANTIL

Um mundo de emoções e aventura espera por você. CLIQUE AQUI!

ESPAÇO INFANTIL ESPAÇO INFANTIL

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

A cada semana DEUS tem uma mensagem exclusiva para VOCÊ. CLIQUE AQUI!

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

SEÇÃO DOWNLOAD

Criado exclusivamente para você. CLIQUE AQUI e veja!

SEÇÃO DOWNLOAD SEÇÃO DOWNLOAD
-

sábado, 23 de janeiro de 2010

CRISTÃOS SAEM DE CAMPO RE REFUGIADO


ÍNDIA – As autoridades do Estado de Orissa, Índia, estão forçando os refugiados cristãos a saírem dos campos temporários por causa da visita da delegação da União Europeia.

A delegação, com 10 integrantes, irá visitar as áreas afetadas pelos conflitos a partir do dia 27 de janeiro.

Liderado pelo segundo diplomata enviado para missões especiais da embaixada espanhola, Ramon Moreno, o grupo irá em uma missão de averiguação de quatro dias.

Os moradores dos campos – cristãos afetados pelos ataques de 2008 – dizem que estão sendo forçados a se mudarem, para que as autoridades consigam passar uma imagem de paz na região.

Cerca de 100 refugiados em um mercado local de G. Udaygiri receberam uma ordem para sair o mais rápido possível. Eles se mudaram para o complexo depois que o governo fechou muitos dos abrigos estaduais.

“O governo local ordenou a desocupação imediata, e se nos recusarmos a sair, a polícia agirá”, disse um cristão.

Meena Nayak, mãe de duas crianças, perguntou: “Para onde irei com esses dois bebês?”. Seu filho mais novo nasceu no acampamento, após a violência de agosto de 2008 tê-los forçado a sair de seu vilarejo.

“Não podemos voltar para o nosso vilarejo, porque não nos permitem morar lá se não nos convertermos ao hinduísmo. O governo não está preparado para garantir a segurança e a ajuda necessárias. E agora, eles também estão tentando nos tirar daqui.”

Cerca de 50.000 cristãos fugiram de seus vilarejos durante a violência causada pelo assassinato de um líder hindu. Os nacionalistas acusaram os cristãos de orquestrar o crime, mas os rebeldes maoistas assumiram, publicamente, a responsabilidade pela morte. Mais de 20.000 pessoas continuam sem ter onde morar e não recebem nenhuma ajuda do governo.

O líder de uma ONG que atua em Kandhamal disse: “Mesmo após 17 meses da violência, não há justiça para os sobreviventes”. 

Fonte: Missão Portas Abertas

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

VÍDEO DA SEMANA