MISSÕES

Veja os piores países para os cristãos. Cristãos perseguidos, e se fosse você?

MISSÕES MISSÕES

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

Leia gratuitamente os livros do pastor Márcio Valadão. CLIQUE AQUI!

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

PAPÉIS DE PAREDE

Baixe papéis de parede personalizados e deixe seu computador a sua cara. CLIQUE AQUI!

PAPÉIS DE PAREDE PAPÉIS DE PAREDE

FOTOS PROFÉTICAS

Uma galeria com fotos exclusicas, você tem que conferir. CLIQUE AQUI!

FOTOS PROFÉTICAS FOTOS PROFÉTICAS

TV GERAÇÃO PROFÉTICA

Os melhores vídeos você só encontra aqui. CLIQUE AQUI!

TV GERAÇÃO PROFÉTICA TV GERAÇÃO PROFÉTICA

A HISTÓRIA DE ESTER

Acompanhe aqui a minissérie de maior sucesso na tv brasileira. CLIQUE AQUI!

A HISTÓRIA DE ESTER A HISTÓRIA DE ESTER

CAMPANHA DA BANDEIRA

CLIQUE AQUI para saber mais

CAMPANHA DA BANDEIRA CAMPANHA DA BANDEIRA

ESPAÇO INFANTIL

Um mundo de emoções e aventura espera por você. CLIQUE AQUI!

ESPAÇO INFANTIL ESPAÇO INFANTIL

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

A cada semana DEUS tem uma mensagem exclusiva para VOCÊ. CLIQUE AQUI!

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

SEÇÃO DOWNLOAD

Criado exclusivamente para você. CLIQUE AQUI e veja!

SEÇÃO DOWNLOAD SEÇÃO DOWNLOAD
-

domingo, 10 de janeiro de 2010

LEI CONTRA PORNOGRAFIA


O vereador Paulo Siufi (PMDB), presidente da Câmara de Campo Grande e autor do projeto de lei contra pornografia disse que irá lutar para derrubar o veto do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) ao projeto. A proposta, segundo ele, defende a moral e os bons costumes da população campo-grandense. Porém, Trad disse ao Midiamax que uma lei como essa é retrógada para o século XXI.

Segundo Siufi, o prefeito disse a ele que vetaria o projeto, pois poderia prejudicar o comércio local.

“A lei não tem o intuito de atrapalhar o comércio, não podemos impedir o livre comércio. Não impomos nada. A regulamentação deve ser por conta da prefeitura. Ele (prefeito) que vai regulamentar. Se o prefeito vetar o projeto, nós vamos derrubar no voto”, afirma o presidente da Câmara.

A lei batizada como anti-pornografia ou lei do lingerie impede a exibição de imagens com conotação sexual em outdoors, ou locais de grande movimentação pública.


Polêmico

“Não queremos a vulgarização nas propagandas. Nas bancas você vê revistas pornográficas sem a devida proteção como manda o Estatuto da Criança e Adolescente. Você vê por ai exposto em qualquer lugar o pôster da Flávia Alessandra seminua. É isso que você quer ver pela cidade?” questiona o vereador.

Para ele houve uma má interpretação da imprensa sobre o assunto.

“A modernidade não quer dizer libertinagem. Liberdade de expressão é uma coisa diferente eu tenho idade para discernir sobre isso, mas crianças não. Não fomos radicais com essa lei, as lojas de departamento que comercializam lingeries, vão continuar vendendo, mas expostas no lugar correto.


Gravidez Precoce

Questionado sobre qual a influência da pornografia na vida das crianças e adolescentes, Siufi explica que há influência negativa justamente no início da vida sexual.

“Não somo falsos moralistas. Vi muita bobagem na imprensa, falaram que não falemos não fizemos audiência pública, mas discutimos sim, convocamos a população com outdoors para audiência contra pornografia. Eu sou médico, basta você pegar os índices da Capital, que mostram que o aumento do número de gravidez com adolescentes abaixo dos 18 anos, as meninas iniciam sua vida sexual antes dos 13 anos e também teve aumento das doenças sexualmente transmissíveis nessa faixa de idade."

Por outro lado, sobre o excesso de erotização na TV, o vereador disse que não ha como atuar. “Dá para fazermos um movimento cobrando por meio dos deputados federais e senadores porque isso é federal, mas sobre a TV televisão, cabe a família controlar, tem família que proibi os filhos de assistirem Big Brother e outras, que pagam canal fechado para os filhos verem 24 horas. 


Repercussão

Temos recebidos ligações de presidentes de outras Câmaras pedindo cópias do projeto para implantar nas suas cidades.

“Fizemos a lei anti-fumo todo mundo aplaudiu, fizemos a lei anti-pornografia e só o pessoal que vendem produtos eróticos chiaram. Liga na casa de dez casas de famílias e vê o que eles acharam. Voltei das férias e fui recebido como um pop star, todo mundo me parabenizando pelo projeto. No site da Câmara temos aprovação de 75% desta lei.

Siufi comenta que algumas propagandas de sexy shops da Capital não são ofensivas. “ Esses dias fizeram uma campanha com peru com algemas e com pintinho. As crianças não entenderam a mensagem, mas precisa de uma mulher nua? Foi muito bem feita à propaganda. Não precisa ser explicita”. 


Polêmica familiar

O presidente da Câmara comentou sobre o um artigo do seu primo Fábio Trad (PMDB), ex-presidente da OAB MS e pré-candidato a deputado federal.

“Eu li um artigo do Fabio Trad, meu primo, que com todo respeito, faltou lucidez quando ele não entendeu a lei, ou ele não leu. No artigo ele (Fábio) ate diz que vamos encapar o obelisco da Afonso Pensa. Ele deve quer ser deputado federal, mas quer ganhar mídia, mas ele tem que trabalhar é para ganhar votos”, cutuca o parlamentar. 


Política

Sobre a relação com prefeito, que também é seu primo e é um dos líderes da sigla que os abriga, o PMDB, Siufi disse que mesmo se houver uma batalha pelo sancionamento da lei a relação dos dois não será estremecida.

“Se tiver que votar, vou tentar derrubar o voto dele porque não vejo nenhum erro no projeto Até presidentes de outras Câmaras estão me ligando pedindo cópias do projeto. Então acho que o prefeito, um cara sério íntegro e de bons costumes saberá avaliar o projeto. Nossa relação não vai estremecer, ele é meu primo de sangue, mas isso mostra que somos independes. 

Fonte: Midiamax

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

VÍDEO DA SEMANA