MISSÕES

Veja os piores países para os cristãos. Cristãos perseguidos, e se fosse você?

MISSÕES MISSÕES

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

Leia gratuitamente os livros do pastor Márcio Valadão. CLIQUE AQUI!

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

PAPÉIS DE PAREDE

Baixe papéis de parede personalizados e deixe seu computador a sua cara. CLIQUE AQUI!

PAPÉIS DE PAREDE PAPÉIS DE PAREDE

FOTOS PROFÉTICAS

Uma galeria com fotos exclusicas, você tem que conferir. CLIQUE AQUI!

FOTOS PROFÉTICAS FOTOS PROFÉTICAS

TV GERAÇÃO PROFÉTICA

Os melhores vídeos você só encontra aqui. CLIQUE AQUI!

TV GERAÇÃO PROFÉTICA TV GERAÇÃO PROFÉTICA

A HISTÓRIA DE ESTER

Acompanhe aqui a minissérie de maior sucesso na tv brasileira. CLIQUE AQUI!

A HISTÓRIA DE ESTER A HISTÓRIA DE ESTER

CAMPANHA DA BANDEIRA

CLIQUE AQUI para saber mais

CAMPANHA DA BANDEIRA CAMPANHA DA BANDEIRA

ESPAÇO INFANTIL

Um mundo de emoções e aventura espera por você. CLIQUE AQUI!

ESPAÇO INFANTIL ESPAÇO INFANTIL

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

A cada semana DEUS tem uma mensagem exclusiva para VOCÊ. CLIQUE AQUI!

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

SEÇÃO DOWNLOAD

Criado exclusivamente para você. CLIQUE AQUI e veja!

SEÇÃO DOWNLOAD SEÇÃO DOWNLOAD
-

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

SELO SONY MUSIC GOSPEL - MAURÍCIO SOARES

Em Entrevista exclusiva, Maurício Soares revelou  novidades e detalhes desse novo projeto, que promete revolucionar o mercado fonográfico no segmento Gospel.

A gravadora Sony Music acaba de divulgar o início de um novo projeto estratégico para 2010, algo há muito tempo aguardado, a implementação do selo gospel. A Direção Executiva deste segmento, fica por conta de um dos profissionais mais competentes da área Maurício Soares, que já alavancou outras empresas por onde passou.

GOSPEL PLANET: TODOS SABEMOS DAS INÚMERAS GRAVADORAS POR QUAL VOCÊ PASSOU (GRAÇA MUSIC, LINE RECORDS, TOQUE NO ALTAR MUSIC, ENTRE OUTRAS),QUAL SERÁ O DIFERENCIAL DO SELO SONY MUSIC GOSPEL, O QUE VC TEM RESERVADO PARA O PÚBLICO?
 Maurício Soares – O principal diferencial para mim como profissional é o foco da empresa. Na Sony Music, empresa líder no segmento fonográfico nacional, presente em mais de 40 países e que detém um cast de nomes como Beyoncé, Roberto Carlos, Victor e Leo, Britney Spears, só para citar alguns nomes, o foco é essencial música e business. Infelizmente as gravadoras do segmento gospel no Brasil possuem outros focos além da música, geralmente estão ligadas a alguma igreja ou denominação e isso, sem dúvida acaba distorcendo os objetivos finais.

GP: COMO É FAZER PARTE DE UMA DAS MAIORES GRAVORAS DO MUNDO E QUE AINDA POR CIMA AGORA TAMBÉM DETÉM UM SELO GOSPEL?
MS - O projeto gospel para a Sony Music é algo estratégico para a empresa nos próximos anos. Por isso a direção da empresa no Brasil não mediu esforços para viabilizar minha inclusão no projeto. Além disso, estou recebendo apoio integral de toda a empresa, não somente no Brasil, mas também da matriz regional que fica em Miami, nos Estados Unidos. Em abril estarei implantando o projeto com toda minha equipe de profissionais com bagagem no mercado gospel nacional. Sem dúvida, a marca Sony é reconhecida mundialmente e isso abre muitas portas. Fazer parte deste projeto, junto a esta equipe de profissionais experientes no mercado fonográfico, debaixo desta estrutura multinacional, abre oportunidades inimagináveis para a música gospel. É uma enorme responsabilidade, mas creio que Deus vem me capacitando ao longo destes 20 anos para assumir esse desafio.

GP: VC É UM HOMEM CONHECIDO POR SER ARROJADO E CRIATIVO EM TODAS AS SUAS DECISÕES. É ISSO QUE FALTA NO MEIO GOSPEL? SE ARRISCAR MAIS? INVESTIR EM NOVOS TALENTOS E TENDÊNCIAS?
MS – Acho que em qualquer área espera-se que o profissional alie conhecimento técnico, com criatividade, dinamismo e uma boa dose de inovação. Ao longo de minha carreira de 20 anos no meio gospel acumulei experiências marcantes de lançamento de novos talentos como Jamily, Gisele Nascimento, Régis Danese e mais recentemente, Thalles. Hoje estes nomes são conhecidos nacionalmente e se tornaram grandes nomes da música gospel. Nas gravadoras por onde passei sempre optei por abrir espaço para novos talentos. Infelizmente muitas gravadoras gospel vivem de artistas com 10, 15 anos de carreira e sucesso mais consolidado. Não têm investido em novos nichos, estilos e novos nomes.

GP: MUITAS GRAVADORAS TIVERAM UM DESPONTAR E ATÉ MESMO MODERNIZAÇÃO EM SUA ESTRUTURA E CASTING NOS ÚLTIMOS TEMPOS, MAS AINDA ENCONTRAMOS DIFICULDADES NO QUE DIZ RESPEITO A INOVAÇÃO…..PQ É TÃO DIFÍCIL AINDA MUDANÇAS NO MERCADO FONOGRÁFICO GOSPEL?
MS – Há uma mudança radical no mercado fonográfico mundial e infelizmente vejo que as gravadoras gospel acompanham estas alterações com um olhar muito míope e distante. Parece que não acreditam nas mudanças das plataformas de comercialização de música, o que é um erro fatal! Acho que em nosso meio precisamos de mais profissionais capacitados, que busquem ampliar seus conhecimentos. Infelizmente nosso meio é gerido por pessoas que desconhecem profundamente o que é a realidade do mercado da música.

GP: A PIRATARIA TEVE UM MOMENTO DE GRANDE CRESCIMENTO HÁ ALGUM TEMPO ATRÁS, E AGORA ELA ESTÁ TOMANDO ESPAÇO NO MEIO EVANGÉLICO, O QUE FAZER PARA SE COIBIR A PIRATARIA NO MEIO GOSPEL PRICIPALMENTE?
MS – Dados recentes apontam para o decréscimo da pirataria de CDs em nosso país. Hoje nosso maior “inimigo” não é a pirataria física, mas a “pirataria virtual”, os downloads sem controle por parte das gravadoras, publishers e autores. E infelizmente na web nos deparamos com vários sites ditos cristãos oferecendo gratuitamente várias canções. Sinceramente não consigo uma única justificativa plausível para esta ação ilegal e covarde por partes destes sites e de quem faz estas cópias ilegais. Certamente não há na Bíblia nada que fale contra downloads, mas fala claramente sobre respeitar o próximo, a propriedade alheia e em não causar danos a terceiros.

GP: DIREITOS AUTORAIS, COMO VC VÊ ISSO? PORQUE AINDA É TÃO DIFICIL A RELAÇÃO COM O ECAD?
MS – O ECAD é um órgão independente que tem uma forma de condução muito hermética. Não temos a real ciência de tudo que acontece ali. O sistema de pagamento por amostragem favorece a alguns poucos compositores. É algo complicado para se entender e muito mais ainda de se informar.

GP: SABEMOS QUE NOS EUA, MUITOS ARTISTAS TRANSITAM ENTRE O “SECULAR” E O GOSPEL SEM PERDER SUA ESSENCIA E TESTEMUNHO COM DEUS, PARTICIPANDO DE EVENTOS SOCIAIS, SÉRIES, SHOWS, TELENOVELAS E ATÉ MESMO EM FILMES…PORQUE AINDA É TÃO DIFICIL ESSA CULTURA NO BRASIL, AS VEZES VEMOS CERTO PRECONCEITO DAS IGREJAS EM VER SEUS CANTORES E BANDAS PREFERIDAS EM EVENTOS QUE NÃO SEJAM “GOSPEL”? SERIA ESSE UM DOS MOTIVOS DO GOSPEL AINDA SER VISTO COMO “AMADOR” NA ÁREA ARTÍSTICA?
MS – Querendo ou não, o mercado de música gospel ainda é muito recente. Não temos uma história de 50, 100 anos de música gospel e por isso há muita confusão de conceitos. Vejo que temos muito a desenvolver, muito a conquistar e principalmente uma mentalidade mais positiva a ser formada. Infelizmente tem muita gente que não entende nada desse mercado de música dando “pitacos” absurdos. Basta você acessar aos sites e ler os comentários que as pessoas fazem sobre determinados artistas, projetos, músicas. Infelizmente também carecemos de uma mídia especializada para contribuir com a formação intelectual em nosso meio, ou seja, ainda há muito a se fazer.

GP: VC ACHA QUE POR ESTAR LEVANDO UMA MENSAGEM ESPIRITUAL ATREVÉS DA MUSICA, O ARTISTA EVANGÉLICO ESQUECE DO PROFISSIONAL E DA QUALIDADE?
MS – Acho que este pensamento serve como uma enorme desculpa. Quando vemos o artista se justificando de que o importante é a mensagem ou o objetivo do coração, de adorar a Deus em detrimento ao maior apuro técnico de sonoridade ou produção musical, vejo isso com muita tristeza. Na verdade justamente por se tratar de algo oferecido a Deus, o nosso louvor e adoração devem ser feitos com excelência. A história de Caim e Abel, de suas ofertas a Deus retratam bem isso. Se lembrarmos os grandes compositores clássicos, Haendell, Bach, entre outros, estes artistas fizeram verdadeiras obras-primas tratando do tema sacro. Para Deus, não dá para fazer mais ou menos!

GP: QUAL DEVERIA SER A POSTURA DE UM CANTOR NOS DIAS DE HOJE, SE TRATANDO DE REPERTÓRIO E QUALIDADE? E HAVERÁ ESPAÇO PARA NOVOS TALENTOS NA SONY?
MS – São 2 perguntas bem distintas (rsrsrs). Atendendo à primeira pergunta, o repertório é a fase mais importante de um processo de produção e geralmente é a que tem menos atenção por parte dos músicos evangélicos. Já vi artista fechando repertório em 3 dias e partindo para dentro de um mega estúdio, com músicos Tops, toda estrutura. Ou seja, é a mesma coisa que você comprar uma Ferrari e colocar gasolina em posto sem bandeira, onde todo mundo sabe que o combustível é adulterado.
Na segunda pergunta a resposta é sim! Teremos espaço para novos talentos, mas num primeiro momento teremos maior foco em fortalecer o cast com artistas mais reconhecidos nacionalmente. Não é um contra-senso à minha resposta anterior, é apenas uma questão de planejamento e atendimento de metas estabelecidas de resultados.

GP: MUITAS GRAVADORAS REALIZAM EVENTOS E GRANDES SHOWS PARA PROMOVER SEUS ARTISTAS …VOCÊS INVESTIRÃO EM EVENTOS TAMBÉM?
MS – A Sony Music tem uma empresa coligada no país chamada Day1 que cuida justamente da agenda de eventos de vários artistas seculares e também promove e realiza shows e festas em todo o país. Certamente como toda a estrutura da Sony Music Brasil estará diretamente ligada ao projeto gospel, teremos novidades nesta área ainda em 2010.

GP: O QUE VOCÊ PODE ADIANTAR PARA O PÚBLICO EM 1ª MÃO SOBRE CASTING, CONTRATAÇÕES E NOVIDADES… O QUE PODEMOS ESPERAR DA SUA GESTÃO A FRENTE DA SONY/GOSPEL?
MS – Estamos numa fase de muitas negociações. Às vezes desgastantes, renhidas, outras super tranqüilas. Em mais 3 a 6 meses já poderemos divulgar fortemente as contratações. Pra prestigiar esse espaço no Gospel Planet posso adiantar que estamos muito bem resolvidos com a Banda Resgate que após mais de 2 anos sem lançar um álbum inédito voltará com muitas novidades. Também teremos contratações na área pentecostal, pop, pop rock, muita coisa boa pela frente. Sobre minha gestão podemos esperar muitas novidades. Estamos finalizando o contrato de distribuição exclusiva de catálogos internacionais. Vamos lançar em breve o maior portal de mídia digital gospel do país. Iremos participar ativamente do programa “Desafio da Música Gospel” que estréia em março na Rede TV!, enfim, vai ser um ano de muito trabalho!

GP: PRA TERMINAR…O QUE VC ACHA DE MONOPOLIZAÇÃO DO MERCADO FONOGRÁFICO GOSPEL…ISSO EXISTE?
MS – Só vou te responder com uma palavra: existia!

MS – Obrigado a todos! Um super abraço e espero que possamos contribuir para que a Palavra de Deus seja pregada em lugares nunca antes atingidos. Que a boa música gospel conquiste espaço de honra na mídia e nos corações das pessoas. Valeu!
Por: Ana Claudia Amaral

Fonte: Portal Gospel Planet

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

VÍDEO DA SEMANA