MISSÕES

Veja os piores países para os cristãos. Cristãos perseguidos, e se fosse você?

MISSÕES MISSÕES

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

Leia gratuitamente os livros do pastor Márcio Valadão. CLIQUE AQUI!

E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO E-BOOK - PR. MÁRCIO VALADÃO

PAPÉIS DE PAREDE

Baixe papéis de parede personalizados e deixe seu computador a sua cara. CLIQUE AQUI!

PAPÉIS DE PAREDE PAPÉIS DE PAREDE

FOTOS PROFÉTICAS

Uma galeria com fotos exclusicas, você tem que conferir. CLIQUE AQUI!

FOTOS PROFÉTICAS FOTOS PROFÉTICAS

TV GERAÇÃO PROFÉTICA

Os melhores vídeos você só encontra aqui. CLIQUE AQUI!

TV GERAÇÃO PROFÉTICA TV GERAÇÃO PROFÉTICA

A HISTÓRIA DE ESTER

Acompanhe aqui a minissérie de maior sucesso na tv brasileira. CLIQUE AQUI!

A HISTÓRIA DE ESTER A HISTÓRIA DE ESTER

CAMPANHA DA BANDEIRA

CLIQUE AQUI para saber mais

CAMPANHA DA BANDEIRA CAMPANHA DA BANDEIRA

ESPAÇO INFANTIL

Um mundo de emoções e aventura espera por você. CLIQUE AQUI!

ESPAÇO INFANTIL ESPAÇO INFANTIL

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

A cada semana DEUS tem uma mensagem exclusiva para VOCÊ. CLIQUE AQUI!

MINISTRAÇÕES BÍBLICAS MINISTRAÇÕES BÍBLICAS

SEÇÃO DOWNLOAD

Criado exclusivamente para você. CLIQUE AQUI e veja!

SEÇÃO DOWNLOAD SEÇÃO DOWNLOAD
-

segunda-feira, 29 de março de 2010

ISRAEL LIBERDADE DE CULTO RESTRITA

Cristãos palestinos acusam Israel de restringir liberdade de culto


Diversas organizações e personalidades palestinas cristãs divulgaram hoje uma carta, às vésperas da Semana Santa, na qual acusam Israel de impor restrições à liberdade de culto.
“Nós, cristãos da Terra Santa, denunciamos as políticas discriminatórias de Israel contra nossa comunidade”, ressalta a carta, destinadas aos dirigentes cristãos na região.
O texto assegura que algumas tradições “foram ameaçadas, minimizadas e impossibilitadas” nos últimos seis anos “devido às restrições impostas pela Polícia de ocupação israelense”.
É o caso da cerimônia do Sábado do Fogo Sagrado, celebrada desde o século XII na sede do Patriarcado Grego-Ortodoxo, em Jerusalém.
Os autores da carta, principalmente de Jerusalém e Belém, criticam também o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o presidente, Shimon Peres, por defender que apenas o Estado judeu pode manter em Jerusalém a liberdade de culto para as três principais religiões monoteístas.
“Nega-se aos cristãos a livre prática de religião com interdições de ruas na cidade antiga, presença policial com metralhadoras, assim como tratamento rude e hostil por parte de policiais e do Exército”, assinalam.
No entanto, eles acrescentam que “a potência ocupante israelense permite aos judeus o livre acesso a seus templos e chegam ao extremo de impor severas restrições na vida diária dos palestinos, inclusive toques de recolher e fechamentos forçados”.
Por isso, as organizações palestinas cristãs em Jerusalém Oriental “iniciaram um processo legal para preservar o direito de acessar livremente” suas igrejas e lugares sagrados.
“Que Deus termine com o sofrimento do povo palestino e traga justiça a essa sofrida terra e paz ao mundo todo”, conclui o texto, assinado, entre outros, pelo parlamentar palestino Bernard Sabella.
Fonte: G1

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

VÍDEO DA SEMANA